Agora No AR

Title

Artist

Programa No AR

Programa No AR


Aprovado Estado de Emergência de 17 a 31 de março

Escrito por: dia 11-03-2021

Portugal registou esta quinta-feira mais 18 mortes relacionadas com a Covid-19 e 627 novos casos de infeção com o novo coronavírus, no mesmo dia em que o Parlamento debate os contornos do 13.º Estado de Emergência nacional, que vigorará até dia 31 de março.

Sobre o plano de desconfinamento, decorre ainda a reunião do Conselho de Ministros, não sendo ainda conhecidas as suas conclusões. O primeiro-ministro, António Costa, deverá fazer um briefing esta tarde.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui, os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

17h21 – Agência Europeia do Medicamento tem mais três vacinas em análise. A Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa) aprovou já quatro vacinas da Covid-19 e tem outras três em análise, o primeiro passo com vista a um eventual aval.

17h15 – Portugal já administrou 1.078.763 vacinas contra a Covid-19. De acordo com a mais recente atualização do Governo, 772.343 correspondem a primeiras doses e 306.420  às duas doses necessárias à imunização.

17h05 – Reino Unido reporta 181 óbitos e 6.753 casos no último dia. O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico reporta esta quinta-feira mais 181 mortes associadas à Covid-19, uma descida em relação ao dia anterior (190), e 6.753 novos casos de contágio, que constitui uma subida em relação à véspera (5.926), numa altura em que se estão a aumentar os testes no sul de Londres para travar a transmissão de uma variante considerada preocupante.

16h46 – Itália reporta mais 373 óbitos e 25 mil casos, taxa de positividade sobe. A Proteção Civil italiana notificou esta quinta-feira o registo de mais 25.673 novos casos de infeção por novo coronavírus, uma subida em relação ao dia anterior (22.409). As autoridades notificam ainda mais 373 óbitos referentes às últimas 24 horas, também uma subida em relação à véspera (332).

16h24 – Parlamento dá ‘luz verde’ ao 13.º Estado de Emergência. Sem surpresas, e tal como sucedeu nas últimas quatro votações, PS, PSD, CDS e PAN votaram favoravelmente o projeto de decreto presidencial para a renovação, por mais 15 dias, do Estado de Emergência.

16h22 – Mariana Vieira da SilvaPortugal “tem hoje condições para iniciar um processo de levantamento das medidas de confinamento. Isto deve-se a todos os portugueses que cumpriram e tiveram uma grande capacidade de aderir a um conjunto de medidas muito difíceis”, disse Mariana Vieira da Silva antes da votação sobre o novo Estado de Emergência.

15h59 – União Europeia autoriza a comercialização e distribuição da vacina da Johnson & Johnson. O anúncio é feito horas depois da Agência Europeia do Medicamento ter autorizado o fármaco da Janssen. Emer Cooke destacou que a vacina “é a primeira vacina que pode ser utilizada como dose única”.

 

15h55 – Cabeleireiros e barbeiros reabrem a partir da próxima semana, avança SIC Notícias. A estação indica que os cabeleireiros e barbeiros irão abrir ao mesmo tempo que o pré-escolar, 1.º ciclo e creches, mas o dia ainda está por acertar. Esta ainda em discussão a venda de artigos ao postigo.

15h44 – Todos os doentes em diálise foram vacinados em três dias. Todos os doentes em diálise e os médicos e enfermeiros que os acompanham foram vacinados em três dias contra a Covid-19, o que contribuiu para uma “descida muito significativa” da mortalidade destes pacientes, segundo a Sociedade Portuguesa de Nefrologia.

15h42 – PS recusa existir banalização do recurso à figura do estado de emergência. O PS recusou hoje que exista uma banalização do estado de emergência, defendendo que a imposição de medidas de recolher obrigatório requerem um procedimento “carregado de simbolismo” com intervenção do Presidente da República, do parlamento e Governo.

15h39 – Aprovada “primeira vacina que pode ser utilizada como dose única” na UE. O diretor executivo da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa), Emer Cooke destacou que a vacina da Janssen, hoje aprovada, “é a primeira vacina que pode ser utilizada como dose única”.

15h23 – Já decorre o debate sobre o 13.º Estado de Emergência nacional. Acompanhe aqui:

15h22 Angola diz que país tem condições para regresso de doentes em Portugal. A ministra da Saúde angolana reiterou hoje que o país tem condições para receber e dar continuidade ao tratamento dos doentes que se encontravam em junta médica em Portugal, sobretudo aqueles com insuficiência renal.

15h21 – DGS deve deixar de dar números de casos das regiões autónomas, diz Miguel Albuquerque. O presidente do Governo Regional da Madeira defendeu hoje que a Direção-Geral de Saúde (DGS) deve deixar de divulgar os números da covid-19 relativos às regiões autónomas, considerando que a discrepância dos dados “tira credibilidade” aos organismos.

15h20 –  Maioria dos novos casos dos Açores é da estirpe inglesa. A maioria dos novos casos de infeção por Covid-19 detetados hoje nos Açores pertence a uma cadeia de transmissão na qual foi detetada a estirpe inglesa, adiantou o presidente da Comissão de Acompanhamento da Luta contra a Pandemia.

15h19 – Risco de coagulação sanguínea “não é maior” em pessoas vacinadas. A Agência Europeia do Medicamento (EMA) afirmou hoje que não existem provas, até ao momento, de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas contra a Covid-19.

A Áustria anunciou no domingo ter interrompido a administração de um lote de vacinas produzidas pelo laboratório anglo-sueco após a morte de uma enfermeira de 49 anos que sucumbiu a “sérios problemas de coagulação” poucos dias depois de ter recebido a vacina.

15h18 – República Checa com novo máximo de doentes nos cuidados intensivos. A República Checa, que vive sob um confinamento severo na tentativa de travar a propagação da Covid-19, registou hoje 1.916 internados nas unidades de cuidados intensivos, o maior número desde o início da pandemia, anunciou o Governo checo.

15h17 – Vacina da Pfizer com eficácia de 97% em casos sintomáticos e graves. A vacina Pfizer/BioNTech é eficaz em 97% contra os casos sintomáticos e as formas graves de Covid-19, segundo um estudo em condições reais realizado em Israel e publicado hoje, que melhora os dados já conhecidos sobre as propriedades desta vacina.

15h14 – Governo britânico defende eficácia e segurança da vacina da AstraZeneca. O governo de Boris Johnson saiu em defesa da vacina desenvolvida pela AstraZeneca em conjunto com a Universidade de Oxford, segundo o The Guardian.

Recorde-se que a Agência de Medicamentos Italiana (AIFA) anunciou hoje que suspendeu temporariamente a vacinação de um lote da farmacêutica AstraZeneca por precaução, após relatos de problemas de coagulação diagnosticados em vários países europeus, como a Áustria, que já tinha tomado decisão semelhante.

15h00 – Iniciámos um novo registo. 


Opiniões dos Ouvintes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *