A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção, na cidade do Porto, de um homem, de 46 anos, por suspeitas de abuso sexual da filha de 12 anos.

O arguido, pai da vítima, praticou atos sexuais de relevo com aquela, o que lhe permitiu satisfazer os seus instintos de natureza sexual. A criança começou a ser abusada em finais do verão do ano passado [2019], com 12 anos”, refere a PJ, em comunicado.

Este órgão de investigação criminal acrescenta que o detido, motorista de ligeiros e sem antecedentes criminais, está “fortemente indiciado pela prática de abuso sexual da sua filha menor”, crime que ocorreu “desde finais de 2019, na cidade do Porto”.

O homem, que está indiciado do crime de abuso sexual de crianças, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.